Bom dia, hoje é dia 06/07 e são
Em Taió, +
Mãe mente para encobrir agressões que filho sofria do padrasto

Publicado em: 09/06/2022 20:20:16 - Por Tatiana Carolina
PUBLICIDADE

Uma mulher de 42 anos, mãe de um adolescente de 12, mentiu para a Polícia Civil para encobrir as agressões que o filho sofria do padrasto em Barra Velha, no litoral Norte de Santa Catarina. Segundo a polícia, ela ainda obrigou o filho a mentir para proteger o agressor, de 45 anos. O caso aconnteceu nesta terça-feira, dia 7.


A mãe sabia que o filho estava sendo vítima de violência e, inclusive, buscou a delegacia para registrar um boletim de ocorrência, solicitando uma medida protetiva de urgência. Porém, após a Justiça conceder a ordem judicial, a mulher tentou retirar a denúncia contra o companheiro sob a justificativa de manter o relacionamento e descumpriu a decisão ao permitir que o adolescente continuasse convivendo com o padrasto.


Até então, a polícia tinha a informação que os três viviam em Itajaí, mas a investigação descobriu que o casal fugiu para Barra Velha com o jovem. Os policiais se deslocaram ao endereço e conduziram a mulher à delegacia, para prestar depoimento. No momento da abordagem, o homem não foi encontrado na casa.


Ainda conforme a Polícia Civil, neste caso, foi constatado que a mãe mentiu para a Justiça ao negar as agressões que o filho vinha sofrendo e, a fim de proteger o agressor, pediu ao adolescente que confirmasse a falsa narrativa.


O adolescente, após ser atendido pelo Conselho Tutelar, ficou sob a responsabilidade do irmão mais velho. Já a mulher não foi presa em flagrante, devido a lei Henry Borel, que condena esse tipo de situação, ainda não estar em vigor.


Oeste Mais

Compartilhe o link:
Radar Alto Vale © Copyright 2013 - 2015 - Radar Alto Vale não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos citados.
A opinião dos colaboradores e dos leitores não necessariamente representa a opinião do Radar Alto Vale.WLive! Soluções Web