Bom dia, hoje é dia 11/08 e são
Em Taió, +
Vereador quer criar o 'Dia Municipal de Combate à Violência Doméstica Contra o Homem' em Lontras

Publicado em: 20/07/2022 19:25:03 - Por Tatiana Carolina
PUBLICIDADE

Um PL (Projeto de Lei) diferente foi apresentado na Câmara de Vereadores de Lontras. O vereador Valdemar Ignaczuk (PL), conhecido como "Rabuja", apresentou proposta para instituir o "Dia Municipal de Combate à Violência Doméstica Contra o Homem".


De acordo com o projeto, a data seria lembrada no dia 31 de maio de cada ano e passa a integrar o calendário oficial de eventos do município de Lontras.


O vereador diz que a motivação para a criação da data é referente a morte, com apenas 9 anos, de Rhuan Maycon da Silva Castro. A criança era moradora do Distrito Federal e foi morto e decapitado pela mãe e pela companheira dela no em 31 de maio de 2019.


"As duas foram acusadas por tortura. Segundo o MP, elas castraram e emascularam a vítima clandestinamente e impediram que Rhuan tivesse acesso a qualquer tratamento ou acompanhamento médico. As acusações são de que houve a amputação do órgão genital de Rhuan, um ano antes de sua morte. Pelo simples fato dele ser "menino" e a mãe e sua companheira, gostariam que tivesse nascido "menina"", informa a justificativa.


O vereador destaca que ficou muito tocado com a história do menino. "Essa história do Rhuan Maycon me tocou muito. A gente vê que ele não sofreu violência só porque ele era criança. Ele sofreu violência doméstica, ele foi castrado, foi torturado, foi maltratado por muito tempo antes de ser morto pela sua mãe e pela companheira dela e por ser criança não, por ser criança e por ser menino", enfatiza.


Outras motivações


Uma segunda motivação citada por Ignaczuk é o caso do ator Jhonny Depp. "Ele sofreu violência doméstica durante anos, sua esposa o acusou de um monte de coisas, acabou com a vida dele, destruiu a carreira dele e ele teve que provar na justiça que era mentira".


Além disso, um caso em São Paulo, em que durante uma briga a namorada teria gritado "pega ladrão" e o homem foi espancado no meio da rua por pessoas que viram a cena, também chamou a atenção do vereador.


"O casal discutia na rua e o rapaz, não querendo continuar a discussão saiu correndo e a moça gritou 'pega ladrão', neste momento parou uma van cheia de homens, bateram no cara até ele cair, largaram ele caído ali, a moça ainda espancou ele mais um pouco e resultado: ele foi parar na UTI". O projeto está sendo analisado pelas comissões.


Casos de violência doméstica contra homens em Lontras


O delegado do município, Julio Cesar Fernandes, informou que não há nenhum caso da cidade em que o homem seja a vítima de violência doméstica. "Eu não me recordo, pelo menos este ano, de nenhum procedimento de que o homem consta como vítima de violência doméstica. No caso a esposa o ou ex-mulher o tenha agredido".


Porém, o delegado alerta para casos que não foram denunciados. "Mas podem ter casos em que a própria vítima, o homem, não procura a delegacia em razão de vergonha ou alguma coisa nesse sentido".


A Tribuna do Vale







Compartilhe o link:
Radar Alto Vale © Copyright 2013 - 2015 - Radar Alto Vale não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos citados.
A opinião dos colaboradores e dos leitores não necessariamente representa a opinião do Radar Alto Vale.WLive! Soluções Web