Bom dia, hoje é dia 22/09 e são
Em Taió, +
Mais de 60 pessoas morrem em atentado terrorista durante festa de casamento

Publicado em: 19/08/2019 09:32:48 - Por Luis Carlos Radar
PUBLICIDADE

O grupo terrorista Estado Islâmico reivindicou neste domingo, dia 18 o ataque suicida que matou 63 pessoas e deixou outras 182 feridas em uma festa de casamento em Cabul, no Afeganistão. Entre as vítimas estão mulheres e crianças.


Por volta das 22h30 (no horário local) de sábado, dia 17, um homem-bomba acionou seu cinturão de explosivos em um salão de festas em bairro de minoria xiita da capital. “Os convidados dançavam e festejavam quando aconteceu a explosão”, descreveu uma testemunha no hospital, atingida nos braços e na barriga.


Uma testemunha disse à TV americana CBS que mais de mil pessoas haviam sido convidadas para a cerimônia e a festa.


O bairro onde aconteceu o ataque tem sido alvo de ataques suicidas nos últimos anos. Lá estão alvos como mesquitas e centros educacionais. A maioria desses ataques foi assumida pelo Estado Islâmico, que é de origem sunita.


Os casamentos no Afeganistão são eventos que costumam reunir centenas ou até milhares de convidados em salões de dimensões industriais. Normalmente, homens ficam separados de mulheres e crianças.


A explosão de sábado ocorre em um momento em que Estados Unidos e talibãs, outro grupo que atua na região, tentam concluir um aguardado acordo para reduzir consideravelmente a presença das tropas americanas no Afeganistão. A exigência americana é que insurgentes respeitem um cessar-fogo, rompam lanços com a al-Qaeda e negociem com o governo de Cabul um acordo duradouro de paz.


O presidente dos Estados Unidos, Donal Trump, disse desde o começo do seu mandato que quer as tropas fora deste país, onde Washington gastou mais de um trilhão de dólares, entre operações militares e trabalhos de reconstrução, desde 2001.


Na sexta-feira, dia 16, Ahmadullah Azkhundzada, irmão do líder talibã afegão Haibatullah Akhundzada, foi um dos quatro mortos em uma explosão em uma mesquita no Baluchistão, no sudoeste do Paquistão.


G1

Compartilhe o link:
Radar Alto Vale © Copyright 2013 - 2015 - Radar Alto Vale não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos citados.
A opinião dos colaboradores e dos leitores não necessariamente representa a opinião do Radar Alto Vale.WLive! Soluções Web