Boa tarde, hoje é dia 23/09 e são
Em Taió, +
PM de Jaraguá do Sul e região em alerta devido a fuga em massa de presos no PR

Foto: Coronel Amarildo


Publicado em: 11/09/2018 17:03:07 - Por Tatiana Carolina
PUBLICIDADE

A PM de todo o estado, em especial da 12ª Região de Polícia Militar, com sede em Jaraguá do Sul, está em alerta devido a ação orquestrada por dezenas de bandidos fortemente armados que fez com que 29 presos fugissem da Penitenciária Estadual de Piraquara (PEP I), em Piraquara, Região Metropolitana de Curitiba (RMC), na madrugada desta terça-feira (11).


Devido a essa situação, o comando geral da PMSC deu início a mais uma “Operação Ferrolho” onde o foco é o fechamento das divisas, dessa vez com intensificação na região do PR onde houve a fuga em massa.


Segundo o Coronel Amarildo de Assis, comandante da 12ª região que está em Campo Alegre e região acompanhando os bloqueios, cerca de 72 policiais estão na região de São Bento para reforçar a segurança. São policiais do PPT (Pelotão Tático), do Canil de Jaraguá do Sul e uma unidade inteira da Polícia Ambiental que estava em outra operação.


A ação


A ação toda aconteceu na madrugada e foi bem planejada pelos bandidos. Antes de o muro ser detonado, como aconteceu no começo do ano passado, o plano foi instalar o caos em todo o entorno da prisão que fica em Piraquara.


Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), era por volta das 3h30 quando cinco caminhões foram queimados na pista sentido a São Paulo do Contorno Leste de Curitiba, na altura do quilômetro 85, em Piraquara. Simultaneamente, também na BR-116, mas na pista sentido oposto e na altura do quilômetro 75, em Quatro Barras, outro veículo em chamas foi encontrado pela PRF.


Enquanto as equipes davam atendimento às situações de veículos queimados, os bandidos já tinham detonado o muro que ficava próximo a uma das galerias da PEP I. De acordo com o coronel Hélio de Oliveira Manoel, secretário especial de Administração Penitência, mais de 100 presos estavam no mesmo espaço e pelo menos 29 deles fugiram, mesmo sob a intensa troca de tiros com policiais de várias unidades que vieram em apoio.


A ação, conforme a polícia, foi planejada por uma facção que buscava liberar determinados presos. Não se sabe ainda se todos os alvos conseguiram escapar ou não. O que a polícia informou é que o grupo que participou do arrebatamento estava fortemente armado com fuzis.


Um caminhoneiro foi baleado, mas os policiais ainda não conseguiram apurar as circunstâncias. O rapaz, de 25 anos, foi socorrido e encaminhado ao Hospital do Trabalhador, em Curitiba.


OCP Online

Compartilhe o link:
Radar Alto Vale © Copyright 2013 - 2015 - Radar Alto Vale não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos citados.
A opinião dos colaboradores e dos leitores não necessariamente representa a opinião do Radar Alto Vale.WLive! Soluções Web